segunda-feira, 17 de julho de 2017

Varre-sai e eu Cantor Sebastião Odithes Blog




Varre-sai e  eu Cantor

           Certa vez me bateu na cuca que eu cantava bem e que deveria me preparar melhor para ser um cantor da musica popular brasileira e assim fiz...
             Numa época em que o Partido Trabalhista Brasileiro tinha um prestígio bem aguçado na Política Nacional, e vários estados lançavam seus candidatos a governador pelo PTB, e o Estado do Rio de Janeiro também embarcou nessa e o candidato era o bom-jesuense Dr. Roberto da Silveira, o candidato do PTB a concorrer ao Governo Estadual às eleições e a campanha foi iniciada e todos os Municípios tinham o seu Diretório para dar uma dinâmica aos seus candidatos, e o clima ficou alegre e sem propinas, já que os partidos políticos podiam oferecer churrasco para multidões ou então dar almoço e transporte para os eleitores.
           E neste período o PTB de Varre-Sai tinha a direção do Senhor Altair Oliveira Rosa, conhecido pelo apelido de (Sapo), e com ele o Prof. Walter Vieira (o Tina) fazendo uma dupla de comando da mais alta categoria e como eram muito inteligentes, o Senhor Altair e o Professor, Walter contratou um bom locutor de Parque de Diversões com o nome de (Sebastião) e alugou as dependências da propriedade do Sr. José Duarte dos Santos (o Juca do Bar), para que ali fosse instalada a sede do PTB.
Na época o PTB de Varre-Sai tinha muitos seguidores e todos de muito bom gosto, e montaram então um grande programa de calouros.
          E nos finais de semana a sede ficava superlotada com a comunidade ali se reunindo para assistirem e participar também do grande evento que era então o programa a de calouro, e com o tempo foi se tornando um sucesso até mesmo após as eleições!
Várias pessoas participavam do evento cantando ou executando instrumentos musicais!
          E todas as semanas a alegria e o sucesso das noites eram confirmados e entre alguns participantes eu Sebastião Odithes e tantos outros e tinha várias cantoras e instrumentistas e a disputa era acirrada e sadia, e ganhava aquele que o grande público aplaudia mais!
           Muitos ganharam seus prêmios e a alegria era constante em todos, pois todos eram amigos e curtiam juntos os ensaios!
E lembro-me que ganhei uma das apresentações cantando a musica que Nelson Gonçalves que era conhecida como a História da Lapa!
Naquela noite posso confessar a todos que arrebentei a boca do balão e fui o grande vencedor!
          Depois, nunca mais ganhei nada, principalmente cantando, pois, até posso acreditar que ganhei mesmo naquela noite, porque cantei muito bem a musica e a galera foi à loucura nos aplausos e naquela noite tornei-me um verdadeiro astro!
            Pena que a luz deste astro não passou daquela noite e nunca mais cantei nada, a não ser na Igreja louvando a Deus!
Mais uma façanha da minha vida, o de ser cantor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário